Sem categoria

EUA prolongam status de protegido para salvadorenhos por um ano

O governo dos Estados Unidos estendeu a proteção temporária para os salvadorenhos que vivem no país por mais um ano , disse o embaixador dos EUA em El Salvador , Ronald Johnson, na segunda-feira, em um sinal potencial de aliviar as tensões sobre a migração.

“Hoje em Washington, assinamos um acordo que estende o Status Protegido Temporário (TPS) para os salvadorenhos nos Estados Unidos por mais um ano”, disse Johnson em comunicado em vídeo conjunto com o presidente salvadorenho Nayib Bukele.

O TPS foi concedido a cidadãos do país da América Central após dois terremotos devastadores de 2001 em El Salvador, que mataram 8.000 pessoas e deixaram centenas de milhares de desabrigados.

O programa oferece proteção contra deportação para imigrantes que já estão nos EUA, contra países afetados por desastres naturais, conflitos civis e outros problemas.

Mas o presidente dos EUA, Donald Trump , demonstrou considerável ceticismo em relação ao esquema de proteção e passou a revogar o status especial concedido a milhares de imigrantes de vários países, incluindo El Salvador.

Os detentores de TPS argumentaram que El Salvador não estava pronto para reintegrar pessoas, acrescentando que a falta de segurança e serviços como a educação continuam a atormentar a nação da América Central.

El Salvador, lar de cerca de seis milhões de pessoas, tem uma das maiores taxas de homicídios do mundo. A violência de gangues e as limitadas oportunidades de emprego levaram milhares de pessoas a deixar o país.

Limitar a imigração tem sido uma questão política central para o governo Trump e o foco de uma série de recentes leis que tornaram mais difícil a busca de asilo ou proteção temporária nos EUA.

Os EUA têm se esforçado para conter um fluxo crescente de migrantes, principalmente os norte-americanos que fogem da violência de gangues, perseguição política e pobreza extrema. A maioria tenta entrar pela fronteira sul do país com o México. As autoridades dizem que mais de 810.000 pessoas foram detidas nas fronteiras dos EUA neste ano orçamentário, um recorde.

No início deste ano, Bukele pediu a Trump que continue o TPS.

Em outubro de 2018, havia mais de 263.000 beneficiários de TPS de El Salvador, mostram documentos judiciais.


Anúncio